ENTRE EM CONTATO COM NOSSA REDAÇÃO.
ESTAREMOS SEMPRE A SUA DISPOSIÇÃO.
escritor@uol.com.br

VOCE É O NOSSO VISITANTE NUMERO

sábado, 31 de março de 2012

CONTRA O CHEIRO FORTE, DE UM NARIZ ELEITOR!

No meu tempo de Prefeitura, existia um departamento super orgulhoso de seu trabalho, na cidade. Departamento de Limpeza Urbana,  ligado a secretaria de obras, que mantinha a cidade limpa. Será que este  departamento  foi extinto?  Quando vejo as fotos da matéria do Moézio, penso que estou em  uma cidade da áfrica, ou de outro lugar parecido, onde a sujeira impera e ninguém faz nada, para mudar as coisas. Mas ai acordo,  e  verifico  que  estou escrevendo sobre Cubatão, uma cidade que já superou a  poluição  do ar, poluição química, mas parece que não consegue  se livrar da poluição  do lixo, não consegue tirar  da beira do rio Casqueiro, braço de mar, aquela nojeira que as fotos nos mostram.  E estamos falando do Casqueiro,  bairro nobre da cidade, onde moram  os políticos. Sabemos que a política, é a arte de fazer a sujeira social, mas passou dos limites, minha gente. Que façam a sujeira política que quiserem, mas que não venha ela acompanhada de  nojento mal estar ao povo, que  ali mora. Estão deixando o mar, absorver aquela imundície, aquela falta de civilização, meus  queridos senhores políticos.  Cadê a ética de servir ao povo?  Cadê a professora, hoje Prefeita, que ensinou em sala de aula, que sujeira, faz mal  para a saúde? Será que teremos que  conviver com a sujeira social,  alem de estarmos convivendo com esta sujeira política, minha gente? Será que o povo de Cubatão, merece  encarar dois tipos de sujeira, ao mesmo tempo? Cadê o respeito ao povo, que devia nortear  o poder  constituído desta cidade? No tempo da Poluição,  nossa cidade era a majestade, no assunto,  com direito a manchete em  jornais de circulação, e tudo o mais que tínhamos direito. Será que vamos  ser a cidade também rotulada de mais suja, da baixada? Sabe gente, a sujeira política, só que a vê é quem dela entende um pouco, mas esta sujeira que o Móezio mostrou, na matéria,  qualquer Zé das Coves, entende  que é lixo, somente lixo, mais dada, só lixo.  Lixo, que uma cidade acumula, e uma Prefeitura, não  faz a sua parte, limpando. Certo, dona Prefeita, não da pra  limpar de vez a política desta terra, pois  seria  complicado  mas, Senhora, o lixo social, que vem se acumulando pela cidade, é obrigação do poder constituído,  recolher e mandar para lugar  adequado e esta sua Prefeitura, pisando na  bola, neste  dever que faz parte da  função de quem tem o poder. E quem não tem o poder nem sequer, para mandar  limpar  lixo, da cidade, e manter o cartão postal limpo, pelo menos, tem algo errado. Pelas fotos do Moézio, sentimos que algo podre,  esta já no Casqueiro. Já saiu do centro, a podridão. No centro, ate se entende o cheiro mau da  política  feita no Palácio Piaçaquera, mas o cheiro que vem do Casqueiro, é outro, senhora. Tão forte  quanto, mas  mais prejudicial à população, e  é dever do  poder publico, cuidar disto. Quer tal, parar de falar bem do Anilinas, e  cuidar do lixo do Casqueiro, só pra agradar um tiquinho o pobre eleitor que vai na urna, no final do ano? Já pensou se o eleitor, se lembrar do cheiro forte,  que sentia no Casqueiro,  na fila da urna, senhora? Política, também é  fazer o nariz do leitor não sentir maus odores, Senhora. Lembranças de cheiro forte, por certo não ajudam muito pretensões eleitorais, de certas pessoas, não é mesmo?  Vai que o leitor ligue alhos, a bugalhos, na fila  eleitoral? Já pensou  a dificuldade, em  explicar  que perdeu  nas urnas, pelo peso do cheiro forte, na fila? Claro, tudo isso  é uma  simulação, mas eu pergunto, Senhora: vale a pena arriscar?

COLUNA DO MOÉZIO REBOUÇAS

Imagens fortes: poluição, ignorância e descaso às margens do Rio Casqueiro, em Cubatão

A quantidade de sujeira acumulada às margens do Rio Casqueiro, em Cubatão, é assustadora. É um rastro quilométrico de tudo que é tipo de lixo. Veja as imagens em anexo que falam por si, elas foram clicadas hoje (31 de março). Eu não tenho estômago para me estender nos comentários com tamanha aberração e descaso. Tudo é vergonhoso e revoltante!

Enfim...







Viva nós, os humanos, o único animal (racional?) que polui e destrói “seu” próprio habitat!

Viva a Prefeitura de Cubatão também, que costuma divulgar em suas publicações oficiais que realiza regularmente mutirões de limpeza nas margens do Rio Casqueiro, principalmente no trecho urbano da Avenida Beira Mar!

Moésio Rebouças

sexta-feira, 30 de março de 2012

COLUNA DO MOESIO REBOUÇAS

População reclama da falta de iluminação na pista de atletismo do Poliesportivo Dick, em Cubatão

[As más condições de iluminação da pista de atletismo do Poliesportivo Roberto Dick, no centro de Cubatão, se arrastam por mais de 15 anos, mas faz quase dois meses que a situação piorou de vez, ou seja, o local atualmente não tem luz. Nenhuma das quatro torres de iluminação está funcionando. Nos últimos anos, somente alguns refletores de duas torres funcionavam, e mesmo assim precariamente.]

A pista de atletismo é utilizada diariamente por dezenas de cubatenses ao final do dia e início da noite. Alguns, são atletas que fazem parte da equipe de pedestrianismo de Cubatão, e outros que usam a pista para uma simples corrida e caminhada no início de noite, após o trabalho.

No período noturno, os adeptos das atividades físicas reclamam das condições em que se encontra a iluminação existente no local, que apresenta vários pontos de escuridão naquele complexo esportivo. Na área e sala de ginástica também não tem luz.





Segundo o munícipe “x”, a falta de iluminação da referida pista de atletismo, tem prejudicado sensivelmente a prática de exercícios ao escurecer e nas primeiras horas da noite, podendo inclusive causar acidentes e quedas.

O aposentado “y”, também mostrou preocupação com a falta de iluminação. “A gente já está com a idade um pouco avançada, acaba tendo dificuldades para enxergar a noite e enfrentamos risco constante de se machucar”.

Outro munícipe explica que a maioria dessas pessoas que utilizam a pista no período noturno trabalha durante todo o dia e somente podem praticar exercícios físicos após o encerramento de suas atividades profissionais, ao final do dia e início da noite. “É lamentável você chegar aqui para uma caminhada e encontrar o local um verdadeiro breu, quase em estado de abandono, por exclusiva falta de manutenção”, conta.

E pelo andar da carruagem, tudo leva a crer que a Prefeitura de Cubatão tão cedo não solucionará aquele “simples” problema. Ou brevemente recomendará aos usuários noturnos da pista de atletismo do Poliesportivo Dick que passem a levar velas, lanternas... (sic).

Para preservar as pessoas que conversaram comigo de qualquer tipo de represália e perseguição, omiti os nomes delas neste texto.

As fotos em anexo eu tirei hoje (30 de março), por volta das 18h30, sem flash, para que as pessoas possam ter a sensação de como o local fica escuro no início da noite.

Moésio Rebouças, usuário da pista de atletismo do Poliesportivo Dick há anos

PS: Não sei se é coincidência, mas depois que acabou a luz na pista de atletismo a quantidade de mosquitos naquela área aumentou substancialmente. Tem gente até levando repelente de mosquitos para suas caminhadas e corridas.


OPINIÃO PESSOAL ASSINADA

A escolha de Ney Serra, para candidato a Prefeito pelo PSDB não era mais novidade, na cidade, a muitos  meses. Só faltava acertos, que o partido, por suas cúpulas fora da cidade, tratou de acertar, e se concretizou o que eu ( pessoalmente)  chamo  do maior erro político que um partido, já cometeu nesta cidade, independente do resultado de urnas. Foi uma  decisão de  fora pra dentro, e  não da cúpula  municipal do Partido, que teve que  engolir a seco o que veio para mastigar. Pura conversa mole, esta copiosa que Arlindo Fagundes, vai somar  com Ney Serra, na  boca de urna. Papo pra  boi dormir, pois quem conhece Arlindo, sabe que ele não se sujeitaria a isso, por vontade própria. O PSDB traiu o eleitorado fiel ao Vice Prefeito atual, (isso na minha visão) e se eu estiver certo, as urnas vão  responder  contrario ao que pensam  os dirigentes do partido do governador do estado, e que venha a servir de lição a eles,  parta não meter a colher em  assuntos partidários  regionais. Nada contra a vinda de Ney Serra,  de volta a seu reduto, em busca de votos, mas  não  para matar o sonhos de  alguns, que queriam, e apostava, no troco que Arlindo daria a este governo, nas urnas, e  em especial nos Palanques,  com a ajuda de outros nomes que  se somaram a ele, nesta  tentativa de virada, que agora  virou sonho, poeira em alto mar, e que  transformou a política, a arte da política cubatense, em ano eleitoral, numa verdadeira salada de  legumes, com pepinos e mais pepinos, tentando  virar o legume da vez, numa  salada sem tempero, e sem sustentação para a Câmara dos Vereadores, pois o PSDB, com Ney, mas que certo é que esteja fora  do acordo  que anteriormente foi firmado de que numa  pesquisa, se escolheria um único nome, entre os possíveis candidatos,  para enfrentar em nome das oposições,  a prefeita, que busca reeleição. Quem conhece  Ney Serra, sabe de ante mão, que ele ou vem para ser  cabeça de chapa, ou  não participa, e isso  torna impossível o se conversar sobre  chapa única, pois a   campanha de Geraldo Guedes, esta já nas ruas, e com boa vantagem, na frente da  possível campanha de Dr. Ney Serra, que deve começar  em breve. Pensar que o nome de Dr. Ney, nem necessita de campanha, pois já é nome   certo para as urnas, seria ate lógico, a tempos atrás.. Anos atrás, não hoje, pois o Partido dos Trabalhadores esta em campanha  a 4 anos, e não tem a pretensão de abrir espaço só porque  Ney Serra, é candidato. Esquece o PSDB  que o Ney Serra, que retorna, não é o mesmo de dos anos 80, 90... E esquecem eles, que o eleitorado, é outro... O Ney, do passado, tinha o apoio  dos servidores, hoje não é bem assim que a coisa funciona.  O município mudou, o eleitorado mudou e a forma de ver a política, mudou e Dr. Ney Serra, também mudou. O trazer da antiga política, para um eleitorado já  modificado, para um município, já modificado, é o ato de correr  riscos de não funcionar, e é este o risco, que o PSDB se propôs a correr, trocando a Novidade  Arlindo pela Duvida Ney. No meu entender, a cúpula paulista do PSDB viajou na maionese e a direção cubatense do Partido, não se impôs com a força  com que se esperava. Falou-se demais, e no final, se fez nada. Ao houve novidade, na vinda de Ney,  que  já era certo a mais de seis meses. Prometeram fidelidade a Arlindo, e esqueceram. Esqueceu o PSDB também, que o querer de votos, o querer do eleitor em urna, é intransferível. E por definição, podemos  calcular que os  possíveis votos  simpatizantes de Arlindo Fagundes, não vão para Ney Serra, na boca de urna. Devem  voltar a sua origem, o Partido dos Trabalhadores, ou correrem para Geraldo Guedes, a única opção  de oposição  que sobrou. E no fritar dos ovos, se fica com a sensação esquisita que o PSDB vai terminar a eleição devendo à cidade a bala que gastou, acertando o próprio pé. E o pior de tudo: não é só o partido, que acaba com o tiro no pé, mas também todos aqueles, que levados  pela maré Arlindo Fagundes, confiando no partido e suas propostas, pois muitos deles vão sim, como o próprio Arlindo Fagundes, perder o bonde da historia, e muitos  desgostosos, nunca mais  nem passam pelo ponto,  no ano que o Bonde  estiver por passar. No meu entender pessoal, este ano se escreve uma pagina na historia cubatense, que eu, como escritor e  editor de jornal, se possível fosse me negaria a registrar. Vimos, neste episodio a inocência de políticos  experientes, diante de  crises; a precipitação no tomar de direções, levados por  promessas  que ninguém cumpriu e por ultimo: vimos um homem, com erros, com acertos, com virtude e imperfeições, acreditar num sonho pessoal, e ver este sonho, pela ação de  terceiros,  ser tornar em fumaça. Talvez este homem, no amanhã,  esteja no ponto, de volta,  para retornar a tentativa de pegar o bonde da historia, mas não será o mesmo homem, com certeza, pois o seu  sonho virou fumaça, e a hora certa do bonde certo, o fizeram perder, com promessas  acreditadas piamente, com artimanhas montadas sem seu conhecimento, com o agir político sem pensar no homem. A verdade é  que o bonde passou, sem  levar  o passageiro mais limpo, mais saudável, mas integro, mais fiel , mais amigo, mais companheiro. O bonde  seguiu viagem, pobre em espírito, alma, ética, disciplina, vontade e sonhos. Só seguiu em frente,  sem levar quem devia.

NEY SERRA É O CANDIDATO DO PSDB PARA PREFEITO ( SEGUNDO JORNAL DO POVO DE HOJE – NAS BANCAS)

A pouco mais de 6 meses para as eleições municipais em Cubatão, o PSDB decidiu pelo nome do ex-prefeito Nei Eduardo Serra, que já governou a cidade em três oportunidades – 1985, 1989 e 1997. Para tomar essa posição, o diretório municipal do partido fez uma enquete em todo o município, com o objetivo de saber a opinião da população sobre qual o nome mais conhecido e com mais condições de ser o seu candidato na disputa da Prefeitura.

Ademário da Silva Oliveira, presidente do PSDB cubatense, esteve na redação do jornal “Povo de Cubatão”, em companhia de dirigentes do partido e de simpatizantes de Nei Serra, para anunciar essa decisão. Segundo Ademário, o PSDB quis o envolvimento de toda a população nesse processo de escolha, porque está bastante estruturado tanto para vencer as eleições para prefeito, quanto para eleger um grande número de vereadores: “Temos um projeto de governo para Cubatão, que inclui parcerias com outras esferas de governo, independentemente dos partidos que as comandam, e queremos que o povo desta cidade participe desde a primeira hora”, ressaltou.

Na enquete realizada na primeira quinzena de março, o PSDB perguntava se o eleitor cubatense pudesse escolher o candidato do partido para as eleições de 7 de outubro de 2012, qual deles era o seu preferido, entre os nomes do atual vice-prefeito Arlindo Fagundes Filho e do ex-prefeito Nei Serra. Mais conhecido, principalmente porque já governou a cidade, Nei foi mais lembrado, principalmente nos bairros periféricos que receberam muitas melhorias com os seus tradicionais mutirões e valorização das sociedades de melhoramentos de bairros.

Essa forma de escolha só foi possível porque Arlindo e Nei concordaram com ela. O próximo passo político, de acordo com a estratégia exposta por Ademário Oliveira, é acompanhar Nei Serra em reuniões com as principais lideranças políticas do município que se opõem ao modelo de governo do PT, comandado pela prefeita Márcia Rosa.

“A intenção – segundo Ademário – é formar uma grande aliança política e transformar a disputa eleitoral do dia 7 de outubro numa espécie de segundo turno, com apenas dois candidatos. A candidata da situação e o de oposição. Estamos muito dispostos ao entendimento, para construir e mostrar a nossa diferença como melhores administradores, gestores de qualidade e com livre trânsito com o governador Geraldo Alckmin e os deputados da região”.

Passarelli e Ademir, vereadores

José Oswaldo Passarelli e Ademir Pires, que também colocaram os seus nomes à disposição do PSDB para disputar a Prefeitura, desistiram há 15 dias e optaram por candidaturas a vereador.

O atual vice-prefeito Arlindo Fagundes Filho aceitou o resultado da consulta do partido, até porque havia concordado antes com esse procedimento para a definição do nome em melhores condições eleitorais para a disputa municipal. Porém, durante a semana Arlindo retomou conversações com os pré-candidatos de outros partidos de oposição, defendendo um terceiro nome fora do PSDB. Essa atitude causou estranheza ao presidente do partido em Cubatão, Ademário Oliveira, que fez questão de relembrar o seu empenho e de lideranças regionais tucanas em apresentar Arlindo Fagundes aos principais nomes do PSDB no Estado.

Ademário acredita que Arlindo reconsiderará essa posição e somará “para derrotar o PT em Cubatão”.

EDITORIAL -A ESPERA PELA NOTA OFICIAL

Esta semana algo estranho aconteceu no gabinete da senhora Prefeita, e nada  de explicações, da  chefia de gabinete.  Um jornalista, de renome  no município, foi gentilmente convidado a se retirar de uma  reunião publica e ate agora  só temos, para  ter base,  a versão do Jornalista. O assunto que se tratava era a Companhia Santista de Papel, e é assunto de interesse de  todos nos da imprensa, porque de clã  tiraram o único jornalista  presente? Será que a cobertura deste fato, não tem interesse da Prefeitura? Se o jornalista fosse de outro órgão de imprensa, mais forte e mais importante, será que seria ele convidado a se retirar? Será que convidariam  também este Editor do Anacoluto Cubatão, para se retirar, se lá ele estivesse? Será que foi regra geral, não ter jornalistas no evento, ou coisa  pessoal?  Estas é a explicação, que esta faltando  vir do Gabinete da Senhora Prefeita, pois o jornalismo cubatense  de uma forma  ou de outra, representa o povo, e ao povo, o poder sempre deve satisfação.  A única forma de  governo que  se declara isenta de explicar seus atos, ao povo, é a ditadura e pelo que se conhece, Marcia Rosa, não tem porte e nem perfil para esta  forma de governar Cubatão. Sim, senhor José Carlos,  Chefe de  Gabinete da Senhora Prefeita, o senhor  deve sim, soltar nota oficial, sobre o incidente, não para somente contentar este editor,que lhe cobra, mas  como  forma de respeito ao  jornalista envolvido, que a anos vem prestando serviços a estas cidade, e  nunca passou por uma situação parecida. Lembre-se, senhor, que a Prefeitura de Cubatão tem a necessidade de estar  com a imprensa sempre ao seu lado, pois estamos em época eleitoral, e não convém a nenhuma forma de governo, esta longe das boas graças da mídia escrita, seja ela em papel ou internet. Aguardamos, portanto, a tal nota oficial, pois sua assessoria, a esta altura já esta em cabelos em pé, preocupada com a cobrança que estamos lhe fazendo. Sabemos  também, que  longe estamos de influenciar  este governo cubatense, mas sempre mantemos o respeito mutuo, e é em nome dele, que cobro de  sua  pessoa a nota oficial, pois o  jornalista faz parte deste Jornal, como parte faz do Acontece, e um jornalista, com este  potencial de penetração popular, merece e tem direito desta nota explicativa deste  Gabinete, e  é este nosso pedido: uma nota  oficial, para colocarmos ponto final neste lamentável incidente. Ficamos no aguardo!

ESPORTE - FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO

Angélica Mariano (*)



No último dia 24 de março, a “mãe escritora”, Wilma Alfred, apresentou para o Município de Guarujá e toda Região seu trabalho literário, o livro "Determinação - o que há por trás desta sombra". Na foto, com os amigos Fernando Fordellone, Angélica Mariano, Lívia Mariano, Wilma Alfred, Pablo Mello (atleta), Ramon Mello (atleta), Ana Paula (Translitoral) e Natália (Ferry Boat Plaza). No sábado (31), a reportagem vai ser transmitida no programa TV Tribuna Esporte.
O nosso apoio na questão deve ser explorado pela nossa preocupação para com a grande dificuldade dos pais de atletas para que seus filhos consigam, além dos obstáculos das competições, vencer os apoios financeiros. No livro, Wilma relata a jornada de seus filhos atletas, mas que o amor e principalmente a determinação tem levado os dois às vitórias, mesmo com as dificuldades e até mesmo discriminações.

A importância do Esporte, na vida do ser humano tem que ser explorado. O Esporte tem que ter o apoio do Estado e da iniciativa privada, como forma de educação, realização e até mesmo resgate aos limites e boa moral (...) Parabéns Wilma Alfred!



(*) é moradora da Cidade e ex-presidente do Fundo Social de Solidariedade.



ATT,
Jorge Luiz Jr.
jornalista responsável

ASSEMBLEIA NA COTA 200 - COMPAREÇAM


Aos Moradores da COTA 200, CONVIDAMOS para participarem da ASSEMBLEIA GERAL, será realizada no dia 06 de maio, Domingo, AVISE seus VIZINHOS == com início as 10:00 horas. == MORADORES com a PALAVRA, = Vamos ouvir as reclamações dos moradores. == VAMOS TIRAR uma PAUTA  == Todas as autoridades serão convidadas, == Será feito ampla divulgação, fique atentos. == Informações, com o Vice-Presidente da Diretoria da Sociedade de Melhoramentos da Cota 200 - Sr. Severino Ferreira da Silva = Sr. BILL, Rua 17 nº 61 - Cota 200. ao lado do campo de futebol.  ===  tel:  3377-1415, com Sr. BILL.

RAPÓSA SEM CENSURA

XIITA – A colocação do vereador Dinho ao final da ultima sessão ao criticar o candidato do PSDB, o ex-prefeito Nei Serra, chamando-o de um termo quase impublicável, mas que ele e seus correligionários ficaram sabendo, pois até pedido da ata e a gravação da TV Legislativa foi solicitada, foi classificada por alguns vereadores como “uma ação xiita”.

APAZIGUADOR– “Cubatão está sendo impactado com as obras. Naquele tempo era paliativo (referindo-se a obras realizadas). Eu que trabalhei em outras administrações... dou os parabéns ao secretário Silvano Lacerda” - vereador apaziguador Agnaldo Araújo ao final da sessão em entrevista a TV Legislativa.

AGRADECIMENTO – Este colunista politico agradece o atendimento gentil e o pedido de saída ainda mais gentil que ouviu para deixar o gabinete da senhora prefeita. Foi por volta das 16h39 da ultma terça-feira quando acompanhava, a pedido, os ex-funcionários da MD Papéis (aliás, 80% trabalharam com o colunista). Um alto escalão disse que eu era ex-funcionário da Ripasa e não da Santista de Papel ou MD (ora bolas - sou ex-funcionário da empresa que todos ali representavam e que trabalharam comigo). Mais uma vez agradeço a gentileza de algumas pessoas que cercam a prefeita e até ela mesma. Só lembro que estava como ex-funcionário e não como jornalista, não esqueçam. E a pedido.“Politica não se faz com fígado”.

E-MAILS - A coluna recebeu cerca de 30 e-mailsem solidariedade ao acontecimento. Alguns questionaram se fosse outro jornal se seria solicitado a sua saída. Reafirmo, estava a convite apenas como ex-funcionário. Em forma de agradecimento postei no Facebook o acontecido por achar de que se trata de um processo transparente. Meus elogios a quem teve a idéia de pedir a saída, poislogo depois já se sabia o efeito da reunião.



ROUPA NOVA – Esta coluna tem condições de revelar que o show do grupo Roupa Nova em Cubatão custará à Usiminas a quantia de R$ 140 mil. Segundo uma raposa felpuda, com bom transito, afirmou que a Usiminas depositou para o fundo da CMDCA em 2011cerca de R$ 179.800,00 valor igual a Ipatinga.

ACONTECER PODE – A vista do que vem acontecendo com a falta de objetividade do chamado grupo de oposição que está timida, o nome de Clermont Silveira Castor pode aparecer como pré-candidato, apesar da sua familia ser contrária. A amigos, Clermont disse estar bem fisicamente e pode colocar seu nome à prova. Em Cubatão, tudo pode acontecer.

DEU POLICIA – Pelo Facebook um ex-empregado da MD Papéis informava que no meio da tarde “Deu policia de novo na frente da MD Papéis. Acabo de ser informado que chegou varias viaturas lá na frente para retirar as barracas... que feio em Grupo Formitex(ou Mentirex como afirmou o vereador Dinho) voces não paga os direitos dos trabalhadores e eles é que são tratados como bandidos...”. Um detalhe que poucos sabem: a Formitex tem um Interdito Proibitório desde o começo da ação. A entrada a força na dependência da empresa causou isso.

FABRICA DE CIMENTO – Segundo uma raposa felpudissima, a nova fabrica de cimento do grupo Camargo Correia deverá absorver no máximo 90 funcionários devido sua alta tecnologia.

JÁ SE SABIA – O fato do secretário de Educação, Fabio Inácio, sair do cargo no próximo dia 04 já era fato consumado. Para seu lugar esta coluna ja havia confirmado o nome de Luiz Costa Junior, nome bem quisto segundo informações dealgumas raposas. Costa Júnior é atual chefe da Divisão de Educação e assume suas funções dia 4 de abril.Fábio, aliás, só chorou três vezes durante o tempo qe esteve no governo.

ACUPUNTURA – O mpédico do trabalho e acupunturista, Dr. Maurici Aragão viaja a Belo Horizonte onde faz um curso de acupuntura visando melhorar o atendimento via SUS.

ENTULHO – Aviso aos navegantes: De acordo com uma raposa felpudissima, ocaminhão de uma empreiteira contratada pela Prefeitura que despejou toneladas de entulho dentro do Parque Ecológico do Perequê estava autorizado pela mesma. É a mesma tonelada que estava no Kartódromo.

GESTÃO TRANSPARENTE – Perguntar não ofende: esqueceu-se de realizar a 13º edição da Gestão Transparente ou o caso da Apae naquele dia era mais importante?

SERÁ QUE VAI? -A alcaide foi ao encontro com os demais prefeitos, liderados pelo presidente do Condesb, PauloWiazowski,na secretaria estadual de Segurança. O tiracolo estava o secretário de Obras!

BOLÃO DO VICE –Após uma reunião na ultima sexta feira, o bolão do vice ficou ainda mais vantajoso na hora de apostar.


CUSTO DA ARMADILHA – Qual é o real valor do custo da armadilha, ou melhor, o GPS dos mosquitos que a prefeitura pagou?

PODER ATINGIDO- O vereador Bigode não gostou nada do procedimento de uma medica, durante visita ao seu neto, no PS Infantil sobre o trabalho dos vereadores no Legislativo. Sentiu-se duramente criticado. Pediu ao presidente Donizete, através de oficio, um questionamento. Sabe-se que até um processo administrativo deverá ser aberto.

É PROIBIDO – Decreto nº 9.850 de 20 de março regulamenta a forma de utilização de equipamentos púbicos de trânsito para fins de propaganda, especialmente nos abrigos de ônibus municipais. Você sabia?


CARGOS COMISSIONADOS- Há quem diga que o processo sobre os 183 cargos comissionados que gerou até conflito entre a alcaide e a oficial de justiça venha dar sinais positivos para a Administração.



TELECENTRO – Não convidem o vereador Geraldo Guedes, que entrou até no MP, e a confusa secretária de Inclusão Social, Karina Cruz, quando assunto for Boletim de Ocorrência de furtos de computadores do TELECENTRO do Bolsão Oito. O duro foi saber que ela conversava, segundoedil, com uma conselheira do Tribunal de Contas n dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo.



ESTATUTO DO SERVIDOR - A equipe de Coordenação dos trabalhos que concluíram o Estatuto do Servidor de Guarujá entregouo Projeto de Lei para efetivação do Estatuto ao presidente da Câmara dos Vereadores. Em Cubatão, quando isso irá ocorrer. Oremos sempre.


quinta-feira, 29 de março de 2012

CÂMARA APROVA AUMENTO À TOQUE DE CAIXA

Câmara de Cubatão aprova a toque de caixa o aumento aos professores de Educação Infantil I, o aumento na tabela foi em média de 100%, beneficiando esta classe em detrimento aos demais servidores Municipais, o Sindicato dos Servidores, nada comentou quanto a questão, para corrigir este privilégio concedido apenas aos professores de Educação Infantil I, Cobramos da Prefeita e  Professora Marcia Rosa, para que mande outro projeto de aumento para todos os servidores até o  final do mês de junho, prazo estabelecido na Lei Eleitoral.



O aumento não foi apenas no piso dos Professores mas em toda a tabela de carreira do Professor de Educação Infantil I, previsto no anexo I da ,LEI COMPLEMENTAR Nº 022, DE 25/06/2004,  na tabela alterada o piso estava em R$ 728,76,  com o aumento passou para R$1.451,00, já os professores na ultima faixa o valor da tabela estava em R$1.442,89, passou para R$2.872,93, mais as vantagens pessoais, cartão do servidor entre outros benefícios, o aumento fora escalonado de acordo a tabela da Lei Complementar 22, com uma média de 100% de aumento. .



Evidente que os  professores de Educação Infantil I, merecem este aumento, mas não podem ficar excluídos todos os demais servidores, que aguardam o plano de carreira que esta administração não teve coragem de apresentar. Este ano todos os funcionários Públicos aguardam um aumento até o mês  de junho, exceto os Professores de Educação Infantil I, que tiveram 100% de aumento na tabela da Lei Complementar nº22.



NOTA DA REDAÇÃO

ESTE GOVERNO, ESTA PROVANDO POR A MAIS B, QUE FAZ O QUE QUER, E SOMENTE O QUE INTERESSA A SEUS  FINS DE REELEIÇÃO,  VISTO QUE O PROFESSORADO PRECIONA MARCIA ROSA, A TEMPOS, PARA DEFINIR A 22. ESTE AUMENTO, É PROVA CABIVEL QUE ALGO DE PODRE, CHEIRA MUITO MAU DEBAIXO DOS TAPETES DO PALACIO PIAÇAQUERA.  CABE AO  JUDICIARIO, FAZER VALER O ESTATUTO DO FUNCIONALISMO, POIS AUMENTO  SO PARA UMA CARTEGORIA, NÃO É JUSTIÇA, É TRAMOIA POLITICA DAS MAIS CLARAS, E GRAVES. A QUEM DIGA QUE O SINDICATO DOS FUNCIONARIOS PUBNLICOS,  BEIJA A MÃO DA SENHORA PREFEITA, E PEDE BENÇÃO. DIAN TE DO ACIMA EXPOSTO NA MATERIA, NADA MAIS DO QUE ACREDITAR  NESTE BOATO, NOS RESTA FAZER. CABE, SIM, SOLICITAR INTERFERENCIA DO PODER JUDICIARIO, POIS  APELAR PARA A CASA DE LEIS, PARA A CÂMARA,  É  NESTA ALTURA DO CAMPIONATO, PERDER TEMPO E SALIVA. MAIORIA DA CASA,  É  DO PARTIDO  DO GOVERRNO, E ATE O VOTO DE MINERVA, QUE SERIA O VOTO DO PRESIDENTE, PELO QUE SE COMENTA ESTA COMPROMETIDO, JÁ QUE O NOME DO DIGNO VEREADOR É UM  DOS  CONTADOS, PARA ASSUMIR A VICE PREFEITURA, NA CHAPA DA REELEIÇÃO DA SENHORA PREFEITA. COMO SEMPRE, QUEM ACABA SE PREJUDICANDO, É O FUNCIOONALISMO PUBLICO MUNICIPAL, COMO UM TODO, POIOS SEU SINDICATO NADA FAZ DE UTIL, À CATEGORIA.

O ESCANDALO DAS LICITAÇÕES

As Tvs vem divulgando  escanda-los envolvendo licitações que envergonham nosso povo trabalhador, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo fez publicar a decisão que  julgou irregular o contrato da CMT  firmado pelo sr Silvano da Silva Lacerda, atual secretário de Obras, e responsável pela conturbada reforma da Avenida 9 de Abril.



Se o contrato fora considerado ilegal todas as multas devem ser canceladas, pois não podem gerar efeitos, devendo os valores pagos serem devolvidos, que fora afetado deve procurar seus direitos junto ao Ministério Publico, ou ainda propor Ação de ressarcimento.



Nos termos do julgamento do Tribunal de Contas, fica evidente a duvida sobre a lisura da contratação, o sr Silvano deve explicações a toda comunidade, deve também devolver aos cofres públicos os mais de R$408.000,00 (quatrocentos e oito mil reais) pagos por um contrato totalmente ilegal. Deveria começar a economizar ao invés de passar ferias em Paris com a família.



Decisão na Integra no endereço a seguir:



.http://www2.tce.sp.gov.br/arqs_juri/pdf/170671.pdf



===========================================================

Processo:   TC-025830/026/09.

Contratante:  Companhia Municipal de Trânsito de Cubatão – CMT/Cubatão.

Contratada:  DCT Tecnologia e Serviços Ltda.

Signatário:   Rodrigo de Almeida de Aguiar.

Autoridades Responsáveis pela Abertura e Homologação do Certame Licitatório:

Silvano da Silva Lacerda (Superintendente) e Marco Fernando Cruz (Diretor Administrativo e Financeiro).

Autoridade que firmou o Instrumento: Silvano da Silva Lacerda (Superintendente).

Objeto:   Prestação de serviços relativos à  administração e

fiscalização do trânsito através do fornecimento de sistemas e equipamentos e toda  infraestrutura de processamento das infrações de trânsito.

Em Julgamento: Licitação – Tomada de Preços. Contrato celebrado em 22-06-09. Valor de R$408.000,00.

Sentença:  Fls. 615/623.

================================================



A Fiscalização (fls. 444/452) concluiu pela  irregularidade da licitação e do contrato em razão  das seguintes falhas:

  a) a divergência entre a data de apresentação  das amostras e a da entrega das propostas, afronta a súmula n. 19 deste Tribunal;

  b) a falta de especificação técnica comprometeu  a clareza do edital;

  c) a redução do prazo legal para impugnação do  edital, contraria o artigo 41, § 2º, da Lei n. 8.666/93;

  d) ausência de ata de julgamento;

  e) não foi comprovado o recolhimento da  garantia contratual;

  f) não houve demonstração da exequibilidade dos  preços ofertados na proposta vencedora.



  O Diretor Técnico da DF-3 (fls. 453/454)  manifestou-se no mesmo sentido.



A digna SDG (fls. 470/472) propôs a notificação  dos responsáveis em razão da constatação de novos TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO questionamentos, tais como:

  a) não houve comprovação da realização de  pesquisa de preços;

  b) exigência de comprovação de regularidade fiscal em relação a tributos que não guardam relação com o objeto licitado (itens 5.2.3.1 e 5.2.3.2);

  c) visita técnica marcada para uma mesma data e  horário.



A Fiscalização realizou acompanhamento da  execução contratual (fls.

478/542) e constatou acréscimo do

objeto, com inclusão de mais dois radares, que resultou na  assinatura do termo de aditamento n. 002/10, de 1º-04-10 (fls. 490/493).

  Na inspeção constatou o funcionamento parcial de  alguns equipamentos, tais como: a) o instalado no  cruzamento da Avenida Nove de Abril com a Avenida Nossa  Senhora da Lapa, que não registrou infrações no período de  15-10-09 a 31-12-09 e de 19-01-11 a 06-04-11;

b) o  instalado à altura do n. 2578 da Avenida Nove de Abril,  objeto do termo aditivo citado, que só passou a registrar  infrações a partir de 24-06-10; e c) queda acentuada no  registro das infrações entre os dias 28-03-10 e 23-06-10.



Diante do exposto e do que consta dos autos, acolho a manifestação da Assessoria Técnica (Jurídica e  Chafia) e da digna SDG e julgo irregulares a licitação e o  contrato em exame, bem como ilegais as despesas decorrentes  e, por consequência, procedente a representação

(TC- 18034/026/09). Aciono os incisos XV e XXVII do artigo 2º da  Lei Complementar estadual n. 709/93, ciente este Tribunal,  em 60 dias, das providências adotadas.

  Aplico, ainda, pena de multa a cada um dos  Responsáveis (Superintendente e Diretor Administrativo e  Financeiro), nos termos do artigo 104, II, da Lei Complementar referida, por infração aos dispositivos legais mencionados nesta decisão, que, à vista do  valor das  despesas efetuadas e de sua natureza, fixo no equivalente pecuniário de 300 UFESPs (Trezentas Unidades Fiscais do Estado de São Paulo), a ser recolhido, devidamente  atualizado, no prazo de 30 dias.



Conselheiro Dr. Claudio Ferraz de Alvarenga:

Sentença na íntegra Publicada no Diário Oficial em 28/03/2012

quarta-feira, 28 de março de 2012

ESPERANTO NO ANACOLUTO ( MANIFESTO DE REPUDIO)

1001 Utilidades – Carta de repúdio do Esperanto ao Conselho de Cultura .

“Sem a cultura, e a liberdade relativa que ela pressupõe, a sociedade, por mais perfeita que seja, não passa de uma selva. É por isso que toda a criação autêntica é um dom para o futuro. (Albert Camus, escritor, prêmio Nobel de 1957).”



Boa noite cidadãos, boa colheita gafanhotos!



Estou com cara de lantejoula lanceolada. Pasmem! O que está acontecendo com nossa cultura, se é que temos uma? O Esperanto

responde. Pão com manteiga é bom. Café com leite é bom. Bombril é bom – mas em casa, para arear as panelas, só isso! Edson Carlos, recém-eleito como suplente para o conselho municipal de cultura, cuja conferência foi realizada em 25/03/2011, Domingo último – e que um Esperanto jamais participaria porque não é conivente com a “aculutura” – representa a falência de um setor que deveria, aliado à educação, ser o trampolim de transformação da sociedade da republiqueta de gafanhotos chamada Cubatão.

Mas, para os ratos do poder, inclusive o pau-mandado-mor da cultura, o ilustre secretário, escritor, que sequer ajuda a própria categoria com um banner ou mesmo uma toalha para uma noite de lançamento e que tem medo da Prefeita Cravo, digo Rosa, esta é uma boa notícia. Para os verdadeiros artistas destas cidades, que estão sendo perseguidos, é como se navegasse em círculo, como naúfrago, perdido, tentanto encontrar as coordenadas longitudinais e latitudinais e tentar imaginar qual porcentagem de um iceberg está submersa.

Conheci o Sr. Edson Carlos em 2004. Não sabia como funcionava o mercado editorial e tampouco o PRONAC (Programa Nacional de Apoio à Cultura) do Ministério de Cultura. Havia acabado de escrever “A Onipresença Eterna”, que mesmo sem apoio da  “acultura” desta republiqueta de gafanhotos está sendo um sucesso. Estava saindo da Sala “Afonso Schmidt”, cuja rotina diária me leva a lhe dar a benção, e me deparei com este senhor.

- Pô, fiquei sabendo que o Sr. sabe como funciona o PRONAC, indaguei.

- É, eu faço  todo o projeto até a aprovação pelo Ministério da Cultura.

-Pô, legal, respondi, é que sou escritor.....

Contei toda a história de minha vida, enquanto observava o Sr. Edson com as mãos em formato de concha, pensando, imaginava eu, como poderia me ajudar...

_ Eu faço o projeto pra você, respondeu... Mas quero dez por cento de todos os recursos captados...

Foi então que compreendi com que tipo de ser humano estava lhe dando.

As pessoas que me conhecem sabem que não sou de julgar ninguém, mesmo porque não tenho esse direito, pois sou tão falho como qualquer homo sapiens. Mas, fiquei com a impressão de que havia algo de errado  com este Sr. Edson.

Suspeitas de desvios de verbas à parte enquanto membro do TUPEC, ou ainda,  de improbidade administrativa enquanto conselheiro tutelar, não me convém discuti-las - deixo estas questões para nossa justiça analisar.

Falo de minha impressão. Na cultura, não se deve exigir nada em troca.

Mas este é o jogo do comandante-mor de nossa cultura : aliar-se à “bombris” que  dispõem de 1001 utilidades para ir na direção inversa da cultura e criar um contracultura desprezível; retirar dos verdadeiros artistas da republiqueta de gafanhotos o direito de mostrar como a cultura realmente funciona – ou deveria – funcionar. Enquanto “bombris” e outros artistas que estão aliados ao governo estiverem “por dentro” a verdadeira cultura estará  “por fora”.

É o jogo da PTcracia, do comandate-pau-mandado-mor da cultura, e seus aliados : deixar que o câncer da suspeita contamine entidade como o Conselho de Cultura – que na realidade não tem poder pra nada, a não ser pra satisfazer o ego de meia dúzia de laranjas que se acham empossados, seja como titular ou como suplente – e, dessa forma perpetuar algo tão tangível que só o silêncio dos inocentes não vê : a infiltração de pessoas querendo se dar bem ancorada no dom dos outros.

Mas, o bombril tem 1001 utilidades. Ainda mais para a PTcracia e o comandante-mor de nossa cultura? : enquanto ele existir e estiver infiltrado neste governo, a reverberação crônica do descaso estará instalada...

 E viva o bombril, o Euzébio, o Conselho Municipal de Cultura, e o comandante-mor da cultura que não apitam nada. Quem apita e manda neles é a Cravo, digo Rosa!

Albert Camus tinha razão : “toda a criação autêntica é um dom para o futuro.”

Não há autenticidade em nossa cultura. Só sujeiras areadas pelo bombril!

Ah, volta a repetir que não tenho medo, ta?!

Um Esperanto sempre volta!


REPUDIO AO CONSENHO CULTURAL, POR ADMITIR TAL MEMBRO

A mim, pouco importa quem seja ou não seja, membro do Conselho Municipal de Cultura de Cubatão, pois nunca necessitei de nada deste falado conselho, e nem tão pouco pretendo necessitar. Sou o escritor vivo, com maior numero de obras escritas, natural de Cubatão, mas isso também não bem ao caso, pois nunca pretendi ser reconhecido por este feito, nem agora e nem nunca. Mas me causa certa estranheza, e por isso meu repudio, que a secretaria de cultura, que agora esta  tendo como titular alguém que  ao meu ver pessoal, não merece o cargo, permite que alguém com o passado do Senhor Edson, conhecido como Bombril, venha a assumir  um cargo  no Conselho Cultural da cidade. Ora, se a pessoa em questão, responde criminalmente  por atos  relativos a desvio de verbas  no seguimento cultural, como pode  o Conselho, receber  esta pessoa como seu membro? Ter  tal pessoa. Neste conselho, é  colocar em duvida, claramente,  a ações futuras  deste conselho, já que um de seus membros é réu de um ato ilícito no meio cultural cubatense, alias,  envolvido esta a pessoa,. No maior escândalo cultural  da cidade, em toda a sua historia! Escolher e acolher, este dito senhor, no ambiente cultural cubatense, é sem duvida uma afronta direta ao meio cultural, e por isso o meu repudio.  Enquanto tal pessoas,  estiver  membro deste conselho,  vou  considerar  digno de ressalva, qualquer atitude cultural  tomada pelo conselho, pois não há outra atitude a ser tomada, por alguém em sã consciência.

VERERADOREDS FAZEM DIRIGENCIAS

Vereadores fazem diligência pela cidade



Os parlamentares Geraldo Guedes (PR), Alemão (PSB) e Billa (PT), fizeram diligência em três pontos diferentes da cidade, nesta quarta-feira (28).



Primeiro, os vereadores viram o estado de abandono que se encontra o Centro Esportivo "Armando Cunha", onde os banheiros estão sem portas, o teto com um perigo constante de cair, além de uma sala que era para ginástica, que mais parece uma piscina coberta do que outra coisa.



Em seguida, os representantes do Legislativo se dirigiram ao CDHU, onde se encontraram com o gerente de contratos Marcos Duarte Arruda, que prestou esclarecimentos sobre as condições dos trabalhadores que prestam serviço na cidade, prestigiando principalmente os que residem em Cubatão e região.



Por fim, os edis foram até a MD Papéis, onde 380 trabalhadores lutam para receber suas verbas rescisórias.