ENTRE EM CONTATO COM NOSSA REDAÇÃO.
ESTAREMOS SEMPRE A SUA DISPOSIÇÃO.
escritor@uol.com.br

VOCE É O NOSSO VISITANTE NUMERO

quarta-feira, 23 de maio de 2012

EDITORIAL - UMA CIDADE SEM LIDERES...APENAS AMEAÇOS


Sabe,  esta cidade nem parece que esta em ano eleitoral,. Pois normalmente, nesta época, a Prefeitura não costuma  cancelar  reuniões com  comunidades, e  Marcia Rosa, vem cancelando. Dizem as más línguas, que o PT trabalha de forma diferente, e  esta mesmo parecendo mas, será que nisso agrada a gregos e troianos? Será que as comunidades não mereciam maiores atenções, do Gabinete da Prefeita, ou de quem de direito?  Vejam bem: se um líder comunitário, pede audiência,  é porque a comunidade necessita de algo  não seria conveniente, deixar a população esperando? Cubatão é uma cidade, cercada de problemas por todos os lados,  que são filtrados pelos lideres de comunidade. Se um líder pede audiência com a Prefeita, é porque seus recursos de gerenciamento se esgotaram, e necessita da ação do poder publico. Negar, ou adiar sem data,  reunião com este pessoal, é colocar a comunidade em  situação de risco, e em ano eleitoral, é uma tática muito estranha, mesmo para o PT e seu governo cubatense. Não somos contra as viagens da Senhora Prefeita. Mas é necessário ela ir pessoalmente, a todos os eventos? Afinal, pra que tem vice? Há, esqueci: o vice é o Arlindo Fagundes, aquele que é desafeto da Prefeita e  requisitar  que ele a substitua, é pesadelo para o Gabinete. Alias,  a Prefeita esta para determinar seu novo vice, para as próximas eleições. Será que o cara que assumir, vai  ser tratado como Arlindo, ou terá  tratamento descente,  como o cargo pede? Já pensou,  sair da confortável  posição de vereador, com possível reeleição, e virar vice, para ser copia fiel do Arlindo? Já pensou nisso, meu caro  candidato? Pode estar  trocando o certo, pelo duvidoso, e entrando numa  baita roubada, já pensou? Mas isso  é coisa que não convém falar agora, né? Vamos ver o que  acontece. Amos ver  que  nome, sai da cartola da Prefeita e ai, vamos comentar, com propriedade. O que  estamos vendo, é que Ney parece que esta se acertando com Geraldo, mas o Jornal do Povo, não  descarta que Ney  venha com uma Vice, para a chapa. Esquisito isso, mas  to cá pensando, com meus botões: e se na  tal pesquisa, o povo que votar, escolher que é Geraldo, o titular?  Teríamos então, Ney Serra, como vice Prefeito? Claro que estas pesquisas não são  feitas com povo, nas feiras livres, é pessoal escolhido a dedo, mas eu  gostaria de ler uma declaração do Dr. Ney Eduardo Serra, que se esta pesquisa, der Geraldo para Prefeito, ele aceitaria ser o Vice. Gostaria de  ler  esta declaração, pois ai sim, teríamos uma novidade democrática, nestas eleições cubatenses, que  as más línguas dizem que não é só pra saber quem  ocupará a cadeira de Prefeito, depois de janeiro, mas de certa forma é para saber quem de fato vai comandar o PT, na baixada,  a partir de 2013. Há quem afirme, que o PT da baixada, esta jogando  um punhado bom de fichas na reeleição de Marcia Rosa. Em contra partida, nem tantas fichas assim, vão  cair na mesa, para a eleição de Tema de Souza, para a Prefeitura de Santos. Confesso, que fica meio complicado  entender o falar dos bastidores, mas tudo pode acontecer em política. A realidade cubatense, por seu lado, vêm  com cartas marcadas, para Vereador:

Evaniel, deve  tentar retorno a Casa de Leis. Dr. Oswaldo Passarelli, o pai, deve  vir tentando uma cadeira na mesma casa. Conta a historia municipal, que somente José
Rodrigues Lopes, conseguiu voltar à Câmara, depois de passar pela Prefeitura.

Se Dr. Passarelli  conseguir  tal feito, entra para a  historia. E outro dado importante: ninguém  que já esteve sentado na cadeira de Vice Prefeito, voltou  a ocupar cargo publico no município, não cargo eletivo. Pelo que de comenta, a reeleição  da Casa de Leis, será a mais baixa da historia. Nomes que arrotam como certo o retorno, vão ficar fora e para sempre. Pelos comentários, nomes  que pensam serem Vereador Perpétuos, estão nos últimos meses de mandato, e nunca mais retornam. A renovação  nas cadeiras da Câmara, será  enorme! Tudo isso, da a entender uma coisa, que  assusta: Cubatão, uma cidade com historia política digna de livros de historia, que ninguém nunca escreveu, ainda não teve lideranças partidárias fortes o suficientes, para  formar lideres. Já os teve, mas não teve  capacidade de renovação, e isso coloca em risco a própria democracia, em  nível municipal, pois  as lideranças que  ora vem correndo para vagas na Casa de Leis, na maioria não traz  conhecimento do que  realmente vão la fazer, se eleitos, e corremos o risco de vermos sentados no plenário, marionetes de  espertos assessores. Nada contra, pois a lei permite, mas é trágico, para o futuro da cidade. Esta mesma Câmara, que esta em mandato, salvo as exceções de sempre, não foi diferente daquela que as más línguas  dizem que assumirá, pois nomes de peso do município, que teriam  tudo para virar esta situação, e dar ao município uma Câmara com  perfil de Democracia, ou  desistiram  da vida publica, ou mais interessados estão em suas empresas, e abrem assim, espaço para  os pára-quedistas de plantão, que podem vir a ser ótimos vereadores, não duvidamos, mas  não trazem na bagagem  nada mais do que vontade, e isso não leva a Democracia, para a Casa de Leis, e estamos vendo isso, nesta legislatura, onde vereadores  tem pés e mãos atados, e pouco fazem daquilo que pretendiam  que fosse feito. V amos esperar, pra ver o que dá, e ver quando a Prefeita, marca a tal reunião, com  os lideres comunitários, que necessitam de ajuda já, não semana  que vem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário